top of page
  • Foto do escritorEPM

Primeira-dama vive Um Dia de Agente da EPTC


Primeira-dama Valéria Leopoldino foi recepcionada pelo diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires

Na tarde desta sexta-feira, 29, a primeira-dama de Porto Alegre, Valéria Leopoldino, participou do projeto “Um Dia de Agente da EPTC”, para conhecer de perto os diversos setores da Empresa Pública de Transporte e Circulação e as rotinas dos agentes de fiscalização de trânsito e transporte da Capital. Com a volta gradativa das atividades após as restrições da pandemia, a EPTC retorna a operação do projeto educativo que construiu um novo conceito de integração entre a gestão pública e a sociedade, como ferramenta de transformação para um trânsito seguro. Na atividade, que é aberta à toda a população, são observados todos os protocolos sanitários de prevenção à covid-19.


"A fiscalização é apenas uma parte do grande, diversificado e incrível trabalho que a EPTC executa com muita excelência. Vi de perto muitas tecnologias, abordagens orientativas, placas de sinalização, reaproveitamento de material vandalizado e profissionais que amam cuidar das pessoas, assim como da nossa cidade. Os bastidores são impressionantes, por isso espero que muitos passem pelo projeto” - primeira-dama Valéria Leopoldino.

O diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires, destacou a importância do retorno da ação. “A volta do Dia de Agente abre as portas para mostrar à população o amplo rol de serviços que a EPTC presta para a cidade. Nosso trabalho não se resume à fiscalização”, afirma Ramires. A primeira-dama do município agradeceu a oportunidade e colocou o seu gabinete à disposição para somar no que estiver ao seu alcance. Dia de Agente - Criado em 2017, por meio do programa permanente de educação para o trânsito, o projeto da Escola Pública de Mobilidade da EPTC, tem a missão de aproximar a população do trabalho realizado pelo órgão gestor do trânsito e da mobilidade urbana, em Porto Alegre. A atividade já teve a participação de mais de 340 pessoas, entre a população em geral, jornalistas, líderes comunitários, políticos, técnicos em mobilidade, artistas e condutores de diversos modais. Entre as áreas de maior interesse dos participantes, estão os serviços da programação semafórica, do mobiliário, da sinalização e elétrica, que são explicados por equipes especializadas, detalhando a manutenção dos sistemas e os transtornos causados por atos de vandalismo. Na central de controle e videomonitoramento da mobilidade, onde centenas de câmeras são monitoradas em tempo real, é possível verificar como intervir com agilidade nos imprevistos do dia a dia, que ocorrem nas vias da capital. Na fiscalização, a parte mais prática da atividade, os participantes são convidados a vestir parte do uniforme dos agentes de trânsito para acompanhar, em uma viatura identificada, as rotinas de observação ao respeito às normas de circulação e conduta, assim como as regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A prática possibilita o testemunho da qualidade das abordagens realizadas e a prioridade da orientação aos condutores para garantir a segurança de todos e evitar riscos de acidentes, frente à quantidade de irregularidades presenciadas diariamente no trânsito da capital gaúcha. A experiência permite desmistificar o falso rótulo da “indústria da multa”. Este mito pode ser desconstruído por meio da verificação da baixa média diária de autuações registradas pelos agentes, disponível no portal da transparência da EPTC. As informações públicas podem ser acessadas em https://eptctransparente.com.br/infracoes



Durante a experiência “Um Dia de Agente da EPTC”, é possível verificar, em uma prática participativa, os trabalhos nos três pilares da gestão da mobilidade urbana: a fiscalização, a educação e a engenharia de tráfego.

A EPTC, órgão que faz parte da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU), gestora do trânsito e transporte na Capital gaúcha, tem como missão gerir e qualificar a mobilidade urbana, além de conscientizar os motoristas sobre boas práticas para a redução da acidentalidade através de ações educativas, fiscalização e engenharia de tráfego, e assim fortalecer a cultura da mobilidade segura e responsabilidade no trânsito.

Os interessados podem se inscrever na página do projeto, no portal de ensino à distância da EPTC ou pelo formulário https://bit.ly/diadeagente_EPTC

Roteiro

  • Recepção na sede da EPTC, rua João Neves da Fontoura nº 7, Azenha

  • Conversa com técnicos das áreas de interesse do participante

  • Visita ao Centro de Controle e Monitoramento da Mobilidade da EPTC (CECOMM)

  • Saída da EPTC embarcado em viatura

  • Acompanhamento das rotinas de observação ao respeito às normas de circulação e conduta;

  • Visita aos locais de fiscalização (ex. entorno da Rodoviária, escolas e comércio)

  • Circuito das vias principais em direção à zona leste (ex. av. Independência, av. Goethe, av. Ipiranga

  • Visita à sede da Gerência do Mobiliário e Sinalização Viária (GMSV), setor responsável pela sinalização e montagem dos semáforos de Porto Alegre

  • Visita ao “Museu do Vandalismo”

  • Retorno à sede da EPTC


 

Texto: Gustavo Roth

Edição: Lucas Barroso

Imagens: Giulian Serafim / PMPA

223 visualizações0 comentário
bottom of page