top of page
  • Foto do escritorEPM

EPTC realiza blitz educativa no Dia do Motociclista


Em ação com caráter preventivo, 50 condutores foram abordados

A data que celebra todos os condutores que, seja profissionalmente ou por lazer, pilotam motocicletas, foi marcada por uma ação diferenciada em uma das principais vias da Capital. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), com apoio da Guarda Municipal, surpreendeu ao realizar uma operação de blitz educativa no Dia Nacional do Motociclista, ocorrida nesta terça-feira, 27, na avenida Borges de Medeiros, junto ao Parque Marinha do Brasil. Durante a ação, com caráter preventivo e educativo, 50 condutores foram abordados e orientados sobre índices de sinistros de trânsito e as normas de circulação e conduta do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para assim evitar mais vidas perdidas no trânsito.

“O objetivo da ação é conscientizar este público, que representa 31% do registro geral de acidentes no primeiro semestre do ano, sobre a importância do autocuidado e da percepção de risco ao dirigir. Assim podemos contribuir para uma circulação mais segura e de mais respeito entre as pessoas", destaca Cirilo Faé, diretor de Operações da EPTC, que participou da operação. Além da orientação, os motociclistas que passaram pela blitz educativa receberam um “kit educativo”, com uma camiseta do projeto Motociclista Seguro e um folheto de orientações para um comportamento seguro.

Fiscalização - No primeiro semestre de 2021, a fiscalização de trânsito flagrou 547 motociclistas sem CNH e recolheu 700 motos. Os registros de acidentalidade envolvendo motocicletas em Porto Alegre têm alertado para este grupo de risco e, em razão destes indicadores, as ações de fiscalização e educação se intensificaram desde o início do ano. De janeiro a junho, foram abordados 9.278 motociclistas nas Operações Duas Rodas, 547 deles flagrados sem habilitação. Nas 175 operações, 3.293 motociclistas foram autuados por algum tipo de irregularidade, 700 motos foram retiradas das ruas e recolhidas 183 CNHs e 705 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Mês do Motociclista - A EPTC utiliza os dados de acidentalidade para orientar ações de educação para a segurança no trânsito. A análise dos registros, aliada ao Dia do Motociclista, fez com que a empresa escolhesse o tema para trabalhar durante o período, com diversas ações para a segurança dos pilotos, sejam eles profissionais ou amadores. A data surgiu em 1984, uma escolha da Associação Brasileira dos Motociclistas (Abram), para homenagear os pilotos. O dia 27 de julho foi escolhido porque em 1974 faleceu o motociclista e mecânico da Honda Marcus Bernardi.

Motociclista Seguro - Com base nos dados do Programa Vida no Trânsito (PVT), que identificou os motociclistas como as principais vítimas no trânsito de Porto Alegre, foi proposta em 2018 a criação do Programa Motociclista Seguro, desenvolvido em quatro eixos: comunicação, educação, engenharia e fiscalização. Os objetivos são reduzir o número de acidentes fatais e de feridos graves envolvendo motociclistas, contribuir para a mudança de percepção dos demais usuários das vias públicas e sensibilizar os próprios motociclistas sobre a importância da percepção de risco e autocuidado no trânsito.


A campanha de conscientização pode ser acompanhada no perfil oficial da EPTC no Instagram, em @EPTC_POA.


 

Texto e imagens: Gustavo Roth

Edição: Gilmar Martins



14 visualizações0 comentário
bottom of page