top of page
  • Foto do escritorEPM

Registros de mortes no trânsito em junho têm queda na Capital


Em seis meses, trânsito registra 28 vítimas fatais em Porto Alegre.Foto: Alex Rocha/PMPA

O balanço da acidentalidade do mês de junho registrou duas vítimas fatais no trânsito de Porto Alegre - no mesmo mês de 2022, foram sete mortes. Em relação aos acidentes, a Zona Leste teve o maior percentual de ocorrências, com 32%. Logo após vieram a Zona Norte, com 30%; a Zona Sul, com 23% dos acidentes, e a Zona Central com o menor percentual, 15%.

Os dados são da Secretaria de Mobilidade Urbana, por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). “Trabalhamos fortemente ações de educação e fiscalização, sempre baseados nos dados de acidentalidade. Um dos públicos que estamos bastante preocupados são os motociclistas, que representam quase metade dos acidentes fatais", alerta o diretor-presidente da EPTC, Pedro Bisch Neto.

“É fundamental que os motoristas entendam a gravidade do assunto, quando abordamos as questões de irregularidades no trânsito e as consequências que podem gerar na vida das pessoas”, completa Bisch Neto.

Perfil das vítimas - Nos seis primeiros meses de 2023, os maiores causadores de acidentes no trânsito foram os automóveis e as motocicletas. A faixa etária mais atingida foi de pessoas com 60 anos ou mais, e depois as de 26 aos 35 anos de idade. A maior parte das vítimas - 76% - é do sexo masculino. De janeiro a junho, Porto Alegre soma 28 vítimas fatais no trânsito, três a menos do que o mesmo período de 2022.

Vida no trânsito - Porto Alegre integra o programa Vida no Trânsito (PVT), coordenado pelo Ministério da Saúde, e desde 2012 faz a análise de todos os sinistros de trânsito com vítimas fatais, com o objetivo de identificar os fatores e condutas de risco que resultaram em ocorrências com mortes. As causas de sinistros de trânsito decorrem, na sua maioria, de ações comportamentais dos usuários das vias. A partir disto, a EPTC realiza atividades de prevenção contra novas ocorrências.

Segurança viária - A prefeitura lançou, em 2022, o Plano de Segurança Viária. Ele estabelece diretrizes de planejamento e gestão da segurança viária, com metas para reduzir a acidentalidade no trânsito, seguindo os propósitos de desenvolvimento sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) em sua agenda 2030.


 
Texto: Jaqueline Moura
Edição: Cristiano Vieira



3 visualizações0 comentário
bottom of page