top of page
  • Foto do escritorEPM

Prefeitura participa do Seminário Nacional de Trânsito

Encontro presencial e on-line reuniu mais de 400 inscritos nesta sexta-feira

A Secretaria de Mobilidade Urbana (SMMU) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) participaram, nesta sexta-feira, 23, do 5° Seminário Nacional de Trânsito, que discutiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). O evento, realizado de modo híbrido no espaço Cubo da OAB/RS, com a participação do Núcleo Interdisciplinar de Trânsito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Nuitran/Ufrgs), reuniu mais de 400 participantes, entre presentes e inscritos no modo on-line, além de representantes de órgãos  entidades que fazem parte do Sistema Nacional de Trânsito (SNT).


Na abertura, o diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires, destacou a importância do evento. “Nestes encontros, os órgãos e entidades representantes do Sistema Nacional do Trânsito têm a oportunidade de conversar com a sociedade civil, a imprensa e as pessoas que vivem a cidade, para reforçar a conscientização e a percepção de que todos têm sua parcela de responsabilidade pela segurança viária”, afirmou Ramires. “Neste dia em que celebramos o Dia Nacional dos Agentes da Autoridade de Trânsito e os 25 anos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), homenageamos todos aqueles que se dedicam a promover a paz para reduzir o número de vítimas e salvar vidas”, conclui.


A professora Christine Nodari, coordenadora do Nuitran, destacou a importância da volta da edição presencial do evento e do trabalho transversal entre as diversas áreas de atuação. “A dedicação destas pessoas e entidades presentes neste trabalho em conjunto faz com que estas perdas que temos anualmente no trânsito sejam muito menores do que realmente poderiam ser”, destacou .


O coordenador de Assuntos Estratégicos da SMMU, o engenheiro Marcos Feder, participou do painel Planejamento e Segurança Viária. Feder apresentou o cenário da acidentalidade e explicou as ações planejadas pela prefeitura com o foco na qualificação da segurança viária. “Ao longos dos últimos anos, Porto Alegre tem avançado com uma redução contínua do índice de sinistralidade. Apesar disso, estamos desenvolvendo novas ações para que possamos avançar ainda mais na conscientização da população sobre a importância de um trânsito seguro”, afirma o coordenador da SMMU.


Os pilares do Pnatrans foram apresentados pela coordenadora-geral de Planejamento, Gestão e Controle da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), Marcela Tetzner Laiz, do Ministério da Infraestrutura (Minfra). Criado em 2018, pela Lei nº 13.614, o plano nacional tem como objetivo orientar os gestores de trânsito do país a implementarem ações, que podem ser monitoradas a partir de metas e indicadores específicos, em alinhamento com a meta da Nova Década de Segurança no Trânsito da Organização das Nações Unidas (ONU): reduzir, ao final do prazo de 10 anos, no mínimo em 50% o número de mortes e lesões no trânsito.


Pilares do Pnatrans:


1: Gestão da Segurança no Trânsito


2: Vias Seguras


3: Segurança Veicular


4: Educação para o Trânsito


5: Atendimento às Vítimas


6: Normatização e Fiscalização


O Seminário Nacional de Trânsito é uma realização do Nuitran com a Prefeitura de Porto Alegre, por meio da EPTC, com o Departamento Estadual de Trânsito, a Polícia Rodoviária Federal, Escola Superior de Advocacia da OAB-RS, com o apoio do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem, Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul, Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul, Comando Rodoviário da Brigada Militar e o Programa Vida no Trânsito.


 

Texto: Gustavo Roth e Aline Rimolo

Edição: Gilmar Martins

45 visualizações0 comentário
bottom of page