top of page
  • Foto do escritorEPM

EPTC realiza ação educativa com ciclistas e pedestres em Porto Alegre

Agentes pediram uma atenção dos ciclistas com relação a presença de pessoas caminhando ou praticando atividade físicas

Com o objetivo de alertar ciclistas e pedestres sobre os cuidados no trânsito, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizou uma ação educativa neste sábado em Porto Alegre. A atividade ocorreu em dois pontos da Capital: no largo Zumbi dos Palmares, na avenida Loureiro da Silva, e no cruzamento das avenidas Ipiranga com João Pessoa. Os agentes da equipe de Educação distribuíram material educativo com dicas de como os ciclistas e os pedestres devem se portar nas ciclovias. O coordenador da Educação da EPTC, Diego Marques, disse que o pedestre está sempre caminhando nas ciclovias o que não recomendado. "Neste espaço, o pedestre é a parte mais vulnerável. Os agentes pediram uma atenção dos ciclistas com relação a presença de pessoas caminhando ou praticando atividade físicas nas ciclovias", comentou. Conforme Marques, aos ciclistas os agentes recomendaram que eles tivessem cuidado com os pedestres. Também foi aconselhado aos condutores de bicicleta que não imprimissem uma velocidade inadequada nas ciclovias da Capital. No largo Zumbi dos Palmares, onde é realizada uma feira modelo aos sábados, os agentes da EPTC pediram que os ciclistas não andassem de bicicleta no local. "É um espaço com a presença de muitos idosos e crianças. A ação teve o objetivo de evitar o atropelamento de crianças e idosos que circulam pela feira", destacou Marques. A Escola Pública de Mobilidade realizou na semana passada uma série de palestras e atividades educativas. Coordenada pela EPTC, a escola realiza ações que contemplam diversos segmentos da sociedade e promovem as diretrizes da Política Nacional de Trânsito, estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Além de atividades voltadas ao exercício da cidadania, cursos on-line gratuitos foram oferecidos no portal de ensino à distância da EPTC com temas relacionados à segurança no trânsito para pedestres, ciclistas e condutores particulares ou profissionais de diversos modais.


A Política Nacional de Trânsito traça rumos e cria condições para a abordagem do trânsito de forma integrada ao uso do solo, ao desenvolvimento urbano e regional, ao transporte em suas diferentes modalidades, à educação, à saúde e ao meio ambiente. Segundo o Contran, a segurança no trânsito é um problema absolutamente urgente no Brasil. A cada ano, mais de 33 mil pessoas são mortas e cerca de 400 mil tornam-se feridas ou inválidas em ocorrências de trânsito.


Conforme o conselho, os índices de fatalidade na circulação viária são bastante superiores às dos países desenvolvidos e representam uma das principais causas de morte prematura da população economicamente ativa As ocorrências trágicas no trânsito, grande parte delas previsíveis e, portanto, evitáveis, consideradas apenas as em áreas urbanas, causam uma perda da ordem de R$ 5,3 bilhões por ano.


 

47 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page