top of page
  • Foto do escritorEPM

EPTC faz operação para coibir rachas na Zona Sul da cidade


Agentes abordaram 79 veículos na madrugada desta sexta-feira. Foto: Cesar Lopes / PMPA

Após denúncias de rachas de motos e desordem no trânsito em ruas e avenidas da Zona Sul da Capital, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizou, na madrugada desta sexta-feira, 29, mais uma ação planejada da Operação Duas Rodas. Foram montadas três barreiras simultâneas, duas na avenida Cavalhada e uma na rua Dr. Barcellos, que resultaram no flagrante de dez condutores com problemas na habilitação, sendo sete sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), um com a CNH suspensa, um com o documento vencido e outro com permissão para dirigir de categoria diferente do que estava conduzindo, além de um veículo com mandado de busca e apreensão.


O diretor de Operações da EPTC, Cirilo Faé, destaca que estas ações integradas ocorrem com o objetivo de coibir adulterações, excessos de velocidade e reduzir acidentes que resultam em óbitos e feridos. “Trabalhamos para evitar estas situações que colocam em risco a vida de terceiros e dos próprios motociclistas, que neste ano já representam 51% dos feridos e 36% das mortes no trânsito em Porto Alegre. Vamos agir com vigor para evitar estas ocorrências e manter uma circulação segura nas ruas de nossa cidade”, finalizou.


A ação, integrada com o 1º Batalhão de Polícia Militar da Brigada Militar, ocorreu em locais onde havia denúncias de rachas. Em 79 abordagens a 35 motocicletas e 44 automóveis, também foram identificados dez condutores que recusaram o teste do etilômetro e três que confirmaram estar dirigindo sob efeito de álcool, um dos principais fatores que resultam em morte, segundo o Programa Vida no Trânsito.


Um motorista de aplicativo foi flagrado com pneus em péssimo estado de conservação e, após ser autuado, teve o veículo guinchado. Outros três veículos, que representavam perigo à circulação, foram recolhidos, além sete carteiras de habilitação e três Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLVs) irregulares.



Carro de aplicativo com pneu em péssimo estado foi guinchado. Cesar Lopes / PMPA

“O objetivo da Operação Duas Rodas é reduzir a acidentalidade com o envolvimento deste tipo de veículo, que tem uma participação expressiva no número de vítimas do trânsito na Capital”, afirmou o gerente de fiscalização da EPTC, Leandro Coelho.

A EPTC seguirá com as ações de fiscalização ostensiva na busca por um trânsito mais seguro nas ruas de Porto Alegre. É importante que os cidadãos informem ocorrências pelo número 156 do Atendimento ao Cidadão para que a prefeitura e as forças de segurança possam fiscalizar e coibir estes excessos.

Duas Rodas – No primeiro trimestre de 2022, a fiscalização flagrou 22 motoristas sem CNH em 460 abordagens. Também foram autuados 125 motoristas e recolhidas 12 motocicletas, 13 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e 29 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Em 2021, a Operação Duas Rodas flagrou 882 motociclistas sem CNH, em 21.050 abordagens. Nas 321 operações realizadas no período, 7.222 motociclistas foram autuados por algum tipo de irregularidade, 1.479 motos foram retiradas das ruas e foram recolhidas 300 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e 1.577 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Vida no Trânsito - Porto Alegre integra o Programa Vida no Trânsito (PVT), coordenado pelo Ministério da Saúde, e desde 2012 faz a análise de todos os acidentes fatais, com o objetivo de identificar os fatores e condutas de risco que resultaram em ocorrências com mortes. As causas de sinistros de trânsito decorrem, na sua maioria, de ações comportamentais dos usuários das vias (condutores e pedestres). A partir da identificação desses fatores e condutas de risco, como subsídio para as áreas de educação, planejamento e fiscalização, as ações são direcionadas para a redução da acidentalidade.


 

Texto: Gustavo Roth

Edição: Lissandra Mendonça




29 visualizações0 comentário
bottom of page