top of page
  • Foto do escritorEPM

Campanha incentiva denúncias contra abuso sexual nos ônibus de Porto Alegre


Foto: Alex Rocha/PMPA

A Secretaria de Mobilidade Urbana (SMMU), por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), realiza parceria com a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) em uma campanha que incentiva a denúncia em casos de assédio abuso sexual nos ônibus de Porto Alegre. A partir desta segunda-feira, 3, toda a frota estará com um cartaz da ação que traz os números da Polícia Civil, Brigada Militar, Guarda Municipal e Disque Denúncia.

“Não vamos tolerar qualquer comportamento que possa colocar em risco a dignidade e a segurança dos usuários do transporte coletivo. É importante que cada passageiro e rodoviário saiba como agir para coibir estes crimes”, destaca o diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires.

“Sabemos que a campanha não impede que casos de abuso aconteçam, fora ou dentro do coletivo, mas a intenção é que eles não passem impunes e que as pessoas reflitam sobre a importância de denunciar, tendo informação também sobre os canais a recorrer”, enfatiza a presidente da ATP, Tula Vardaramatos.

Com o lema “No ônibus o abuso não passa livre”, a campanha lembra que o abuso sexual é crime e estimula a denúncia. Para esclarecer, de forma didática, foram colocados desenhos que simulam casos de assédio, como tocar o corpo de alguém sem consentimento e de forma abusiva, fotografar partes do corpo de uma pessoa ou mesmo proferir falas ofensivas e impróprias.

O cartaz ficará exposto na frota por três meses, mas a ideia da ATP é que a campanha se prolongue através da fixação de adesivo nas janelas dos ônibus. Para denunciar abuso sexual no transporte coletivo, utilize os fones 180 (Disque Denúncia), 190 (Brigada Militar), 197 (Polícia Civíl) ou 153 (Guarda Municipal).

 
Texto: Caroline Callai (estagiária) / Supervisão: Gustavo Roth
Edição: Andrea Brasil
6 visualizações0 comentário
bottom of page