top of page
  • Foto do escritorEPM

Avenida Osvaldo Aranha recebe nova sinalização viária


Ações educativas específicas focam na segurança dos pedestres. Foto: Aline Rimolo/EPTC/PMPA

Principal via do bairro Bom Fim, a avenida Osvaldo Aranha recebe melhorias na sinalização viária, por meio de um projeto-piloto realizado pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) na região. A iniciativa inclui sinalização vertical, travessia de pedestres, manutenção das travessias existentes e dos corredores de ônibus.

A qualificação decorre de estudos técnicos desenvolvidos na região e tem como objetivo ampliar a segurança viária e reduzir o número de acidentes, além de beneficiar o meio ambiente. Os serviços estão sendo executados pela Gerência de Mobiliário e Sinalização Viária da EPTC.

As modificações decorrem de um mapeamento dos acidentes registrados nos últimos cinco anos na região. “Além da nova sinalização, estamos trabalhando com ações educativas específicas, como forma de conscientizar os pedestres e motoristas dos perigos do trânsito.

Outros pontos considerados críticos passarão por análise técnica", explica o diretor-presidente da EPTC, Pedro Bisch Neto.

Mudanças – O projeto busca reduzir a velocidade máxima regulamentar da via para 50 km/h. Em alguns trechos, como na aproximação de escolas, próximo de hospitais e das estações de ônibus, o limite permanece 30 km/h. Um dos principais pontos é a instalação de uma nova travessia de pedestres junto ao Hospital de Pronto Socorro, na saída das ambulâncias, devido ao grande fluxo de pessoas. A redução de velocidade em vias arteriais é uma das diretrizes do Programa de Segurança Viária Sustentável (PSVS).

Acidentes – De janeiro a outubro deste ano, o balanço de acidentalidade soma 50 vítimas fatais no trânsito de Porto Alegre, redução de 11 mortes frente ao mesmo período do ano passado. Apesar da queda, o mapeamento realizado pela Gerência de Desenvolvimento e Inovação (GDIN) da EPTC registrou que pessoas idosas têm sido o perfil mais atingido, com 19 vítimas fatais em 2023.

 

Texto: Jaqueline Moura

Edição: Cristiano Vieira

10 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page