top of page
  • Foto do escritorEPM

Apresentação teatral da EPTC educa crianças sobre trânsito seguro


A apresentação teve aproximadamente 40 crianças da EMEI Tio Barnabé, no auditório da EPTC. Foto: Rafael Cabeleira / EPTC / PMPA.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), por meio da Escola Pública de Mobilidade, realizou na manhã desta terça-feira, 13, apresentação de teatro para, aproximadamente, 40 crianças da Escola Municipal de Educação Infantil Tio Barnabé, no auditório da EPTC. O objetivo da ação, que seguirá para outras escolas até o dia 22 de dezembro, é levar uma mensagem de cuidados nos deslocamentos diários nesta época natalina.

A apresentação, que já atendeu nove escolas e mais de 500 alunos, aborda questões educativas do trânsito baseadas no dia a dia das famílias ao levar e buscar as crianças nas escolas. Serão beneficiadas 14 instituições participantes dos projetos Escola Amiga da EPTC e Projeto Instituição Social e Mobilidade, que trabalham de forma contínua o tema mobilidade urbana.

O uso da faixa de segurança, cadeirinha obrigatória para menores de 10 anos, o telefone celular, a bebida alcoólica ao dirigir, cinto de segurança e o trabalho realizado pelos agentes de trânsito nas instituições de ensino foram inseridos na encenação. A exibição conta com os personagens de um agente, dois bonecos que representam o aluno e seu pai, faixa de segurança e agentes que cantam músicas natalinas com letras adaptadas para o tema proposto ao som de violão.

O coordenador da Escola Pública de Mobilidade da EPTC, Diego Marques, destaca que, por meio do lúdico, é possível inserir o tema para as crianças e potencializar a segurança das famílias no trânsito. “Assim, as crianças acabam por cobrar dos pais atitudes seguras no trânsito”, concluiu.

As atividades fazem parte do Plano de Segurança Viária Sustentável, que estabelece diretrizes de planejamento e gestão da segurança viária, com estabelecimento de metas para reduzir a acidentalidade no trânsito. O plano segue os propósitos de desenvolvimento sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) em sua agenda 2030.


 

Texto: Rafael Cabeleira

Edição: Cristiano Vieira

11 visualizações0 comentário
bottom of page